img

2016 Finalistas

Cidades finalistas da América latina e Caribe

• Bogotá, Colômbia : VENCEDOR 2016 •

Bogotá: promover um transporte escolar mais seguro, em menos tempo e mais engajado para a juventude de Bogotá

O problema

Em Bogotá, 1,5 milhão de crianças enfrentam viagens árduas e demoradas entre sua casa e a escola, geralmente em veículos inadequados para crianças. O tempo que passam no ônibus não enriquece sua educação e não torna a cidade um lugar mais acolhedor para crianças. Mesmo para quem faz o percurso a pé ou de bicicleta, a percepção de agressão nas ruas e as longas distâncias entre casa e escola impedem que a jornada seja uma experiência positiva.
 

A ideia

A cidade quer criar uma “Hora da criança”, duas vezes por dia, que utilizará soluções de transporte como vias exclusivas para ônibus escolares e novas zonas de compartilhamento de pedestres e bicicleta para reduzir e melhorar o tempo de deslocamento. Os líderes da cidade também estão convidando a comunidade a utilizar esse momento do dia para comemorar com as crianças e compartilhar a história de Bogotá com elas. Para incentivar o envolvimento da comunidade, a cidade utilizará ferramentas para “gamificar” a participação oferecendo incentivos e prêmios para o engajamento dos cidadãos. Essa abordagem transforma o problema em parte da solução utilizando recursos e espaços existentes na cidade e torna os longos deslocamentos em jornadas positivas.

 

A inspiração

Essa abordagem holística das experiências de transporte das crianças teve origem em um desejo de não apenas tornar o processo melhor em si, mas também enaltecer o papel das crianças na sociedade e incentivar os cidadãos a investirem em seu bem-estar. Quando os habitantes são diretamente responsáveis pela melhoria do percurso das crianças, as crianças ganham a autonomia proveniente da mobilidade melhorada e se beneficiam da segurança que uma comunidade mais forte fornece. Os cidadãos, por sua vez, têm mais chances de se sentir conectados e fazer parte de suas vidas.
 

Palavras de Bogotá

“Além dos benefícios da mobilidade, a Hora da Crianças terá impactos positivos em termos de convivência e relacionamento entre grupos diferentes de cidadãos. As competições e atividades dedicadas às crianças criarão uma cultura que dá prioridade ao cuidado e atenção aos mais vulneráveis. Os efeitos dessa mudança cultural serão tangíveis, não apenas para crianças, mas para todos os cidadãos em geral.”