UMA COMPETIÇÃO CONVOCANDO LÍDERES DE CIDADES A APRESENTAREM

IDEIAS INOVADORAS

MAYORS CHALLENGE 2016 • AMÉRICA LATINA E CARIBE

• A COMPETIÇÃO •

O Mayors Challenge encoraja cidades a gerar ideias novas e ambiciosas para solucionar desafios urbanos e melhorar a vida da cidade - ideias com potencial de propagação para outras cidades com desafios semelhantes.

map_winners_port

Vencedoras

do 2016 Mayors Challenge

Clique aqui para saber mais

São Paulo, Brasil Primeira colocada

Clique aqui para saber mais

Bogotá, Colômbia Vencedora

Clique aqui para saber mais

GUADALAJARA, MÉXICO Winner

Clique aqui para saber mais

Medellín, Colômbia Vencedora

Clique aqui para saber mais

Santiago, Chile Vencedora

Clique aqui para saber mais

Todos os anos, a competição convida centenas de cidades de uma nova região para definir um problema relevante e desenvolver ideias para solucioná-lo. As cidades enviam uma inscrição inicial com sua ideia para melhorar a forma como o governo trabalha e afetar positivamente a vida dos cidadãos. Em uma segunda etapa, cidades selecionadas seguem como finalistas e recebem orientações e apoio de especialistas para evoluir sua ideia. Os finalistas competem por premiações de milhões de dólares para ajudá-los a colocar em prática sua ideia e participar de uma rede de inovações para obter inspiração e apoio.

 

Este ano, o Mayors Challenge chegou à América Latina e ao Caribe. Mais de 900 cidades da América Latina e do Caribe foram convidadas a participar da competição e 290 cidades enviaram suas inscrições, representando 19 países da região. As cidades participantes representam 31% de todas as cidades que se enquadram na América Latina e Caribe – superando em 24% e 26% as taxas de participação do Mayors Challenge dos Estados Unidos e da Europa respectivamente.

 

Em junho de 2016, as vinte cidades finalistas foram selecionadas pela Bloomberg Philanthropies com ajuda de um comitê de seleção composto por 13 especialistas em inovação e política de toda a região. As equipes de cada cidade finalista participaram em julho do Ideas Camp da Bloomberg Philanthropies, um encontro de dois dias em Bogotá, na Colômbia. O programa Ideas Camp reuniu cidades congêneres com especialistas em inovação, permitindo que as cidades finalistas fortalecessem e ampliassem suas ideias originais. Leia mais sobre o Ideas Camp aqui.

 

As inscrições finais foram enviadas em setembro e analisadas criteriosamente pelo comitê de seleção. As cidades vencedoras em 2016 são São Paulo (Brasil), Bogotá (Colômbia), Medellín (Colômbia), Guadalajara (México) e Santiago (Chile).

icon

Saiba mais sobre as cidades vencedoras do Mayors Challenge

SÃO PAULO

PRIMEIRA COLOCADA DE 2016

IDEIAS INOVADORAS NOS ESTADOS UNIDOS

São Paulo: melhorar os rendimentos dos agricultores, reduzir a expansão urbana

O problema: Embora 70% dos produtos consumidos no Brasil venham da agricultura familiar, os fazendeiros locais na periferia da cidade de São Paulo têm dificuldades de comercializar seus produtos e obter rendimentos. Sem incentivos, os fazendeiros tornam-se vulneráveis à propagação urbana e vendem suas terras para o desenvolvimento. Além de reduzir as atividades de produção nos subúrbios, esse processo agrava os problemas ambientais que influenciam no fornecimento de água de 5 milhões de pessoas.

A ideia: São Paulo fortalecerá a cadeia de valor da agricultura local promovendo o uso sustentável das terras e oportunidades de trabalho ao criar uma plataforma digital de troca entre a fazenda e o consumidor. A plataforma conectará produtores locais dos pontos mais distantes da cidade a um número crescente de restaurantes, mercados e instituições que necessitam de produtos cultivados localmente. Isso permitirá um desenvolvimento inclusivo da periferia urbana e, com o tempo, agregará valor às terras com o uso sustentável e proteção de áreas de mananciais.

A inspiração: Os funcionários públicos da cidade se inspiraram na crescente demanda por produtos locais e orgânicos e no potencial da agricultura familiar da periferia da cidade. Eles também foram incentivados por várias iniciativas realizadas pela sociedade civil no comércio justo, consumo sustentável, economia solidária, redes de cooperação e criação conjunta.

Palavras de São Paulo: “Criar cadeias de valor na cidade é como ligar os pontos. Percebemos que com a tecnologia é possível atender aos elos de ligação que faltam na cadeia de produção alimentar local.”

Mayors Challenge

Proporcionar ao maior número possível de pessoas vidas melhores e mais longas

BARCELONA

PRIMEIRO LUGAR EUROPEU 2014

• IDEIAS INOVADORAS NA EUROPA •

Vincles BCN: Rede colaborativa de cuidadores por uma velhice mais digna

O problema: Até 2040, um em cada quatro habitantes de Barcelona terá mais de 65 anos. À medida que as pessoas envelhecem, suas redes sociais enfraquecem, resultando em menos interações humanas. Isso não somente reduz a qualidade de vida, mas também gera um peso para o sistema de saúde: pessoas sozinhas e isoladas são mais propensas a desenvolver problemas de saúde. Família, amigos, voluntários e cuidadores profissionais querem apoiar a população idosa, mas não têm como estabelecer uma coordenação mútua para garantir que os idosos estejam sendo continuamente atendidos e engajados.

A inovação: A cidade criará uma plataforma digital, a “Vincles”, que reúne e coordena o apoio de amigos, membros da família, vizinhos e cuidadores profissionais voltado aos idosos em situação de risco.

Por concepção, a Vincles ajudará a responder questões práticas: Quem está fazendo as compras? Quem está livre para trocar uma lâmpada? De quem é a responsabilidade de ligar para nosso vizinho idoso duas ou três vezes este mês? A plataforma digital definirá essas funções e ajudará a coordenar os diferentes membros da “rede de confiança”, reduzindo o isolamento social e os riscos para a saúde ao facilitar interações pessoalmente.

O impacto: A cidade de Barcelona realizou um piloto da Vincles e agora está trabalhando com desenvolvedores e pessoas idosas para reforçar a tecnologia e os sistemas de apoio associados. A cidade expandirá o serviço para dois bairros no final de 2016 antes de iniciar o programa em escala em 2017.

PROVIDENCE

PRIMEIRA COLOCADA AMERICANA 2013

• IDEIAS INOVADORAS NOS ESTADOS UNIDOS •

Providence Talks: Preparação de todas as crianças para o sucesso escolar

O problema: A pesquisa mostra que, ao entrarem na pré-escola, as crianças de famílias de baixa renda nos Estados Unidos ouviram 30 milhões de palavras a menos do que as crianças de famílias de renda média e alta. Essa “lacuna no vocabulário” prejudica o desempenho na escola.

A inovação: O “Providence Talks” ajuda os pais a usarem mais palavras com seus filhos durante o período crítico de desenvolvimento do cérebro da criança, que vai do nascimento até os três anos de idade. O programa usa uma nova tecnologia que conta o número de palavras que as crianças estão ouvindo e a quantidade de interações realizadas em casa entre pais e filhos. Além da tecnologia, os treinadores fazem visitas mensais durante as quais mostram aos pais seu progresso e oferecem dicas de melhoria.

O impacto: Lançado em 2014, o programa piloto inscreveu mais de 175 famílias com filhos jovens e ajudou a Cidade de Providence a aperfeiçoar sua abordagem para eliminar a “lacuna no vocabulário”. Esse programa gerou aprendizados importantes. Destaques do piloto: No início do programa, mais da metade (54%) das crianças ouviam 8.000 palavras por dia, um número muito menor de palavras do que o necessário para o desenvolvimento do cérebro e cerca de 50% do que é recomendado. Durante o piloto, as 120 famílias que concluíram quatro ou mais sessões de treinamento passaram a falar em casa 1.191 palavras a mais por dia. As famílias que apresentaram mais necessidade no início mostraram os maiores ganhos. O Providence Talks está intensificando suas iniciativas para atender 2.500 famílias até 2017, garantindo assim que os alunos entrem na pré-escola preparados para aprender.